• Home page
  • >
  • Blog
  • >
  • Empréstimo pessoal no boleto e carnê: saiba como e onde conseguir

Empréstimo pessoal no boleto e carnê: saiba como e onde conseguir

Publicado:

Além do débito em conta, existem outras formas de pagar um empréstimo pessoal. Algumas instituições financeiras oferecem como forma de pagamento boletos ou carnês, o que pode facilitar para quem prefere ir em lotéricas ou precisa de um lembrete físico da dívida.

Mas antes de tomar essa decisão é preciso se atentar a alguns fatores: o contratante deve ser maior de 18 anos, comprovar renda e possuir CPF regular. Caso seu documento esteja com restrições – negativado, por exemplo –, é possível que a instituição não forneça esse tipo de pagamento em carnê ou boleto.

Saiba onde você pode contratar empréstimo pessoal pagando boleto ou carnê

Para realizar o pagamento do seu empréstimo em carnê ou boleto, primeiro é necessário ter feito o pedido do crédito em uma instituição financeira que permita este tipo de opção. Algumas delas são: Caixa Econômica Federal, Itaú, Banco do Brasil, Santander e Bradesco.

Outras empresas oferecem o serviço de contratação de empréstimo pessoal online, sem sair de casa. A KeroGrana é uma delas, com taxas de juros que começam em 2,97% ao mês. Lá, é possível realizar o pagamento via boleto ou carnê, e como tudo é feito online, você precisa enviar por foto ou escaneado sem partes cortadas ou ilegíveis os seguintes documentos:

  • RG ou CNH;
  • Comprovante de residência (conta de água, luz, gás, telefone ou fatura do cartão de crédito em seu nome);
  • Comprovante de renda.

Um contrato digital também deve ser assinado, e na hora da solicitação do empréstimo você precisará tirar uma selfie para comprovar sua identidade.

Como funciona o pagamento das parcelas em boleto ou carnê

Na hora da contratação do empréstimo pessoal, a instituição financeira definirá junto com você a data de vencimento de cada parcela. Mês a mês, o contratante deve pagar o boleto ou carnê e, caso atrase, será aplicada uma multa por cada dia de atraso no pagamento.

O boleto ou carnê facilita na hora de saber quanto você paga por parcela e quantas ainda faltam para você quitar sua dívida. Mas também tem o lado que não é prático: como o débito não é automático, fica a seu critério lembrar de pagar, e por isso a chance de você esquecer é maior.

É seguro realizar o pagamento do empréstimo por boleto ou carnê?

Uma das coisas mais importantes antes de solicitar o crédito pessoal é avaliar a instituição financeira que disponibiliza este serviço. No caso dos grandes bancos citados acima, o empréstimo pessoal é seguro, e consequentemente o pagamento por boleto ou carnê nessas instituições também é.

O mesmo cuidado deve ser tomado com as financeiras, para evitar golpes. Por isso verifique a procedência da empresa, sempre pesquise no Reclame Aqui, e desconfie de taxas de juros muito baixas para empréstimos de alto valor.

Veja também!