Empréstimo pessoal: banco ou financeira?

Publicado:

O empréstimo pessoal é uma opção para quem precisa de dinheiro rápido, pois é uma modalidade de crédito que tem liberação em poucos dias. Um tratamento médico ou uma dívida mais cara podem ser motivos para pedir a quantia ao banco ou financeira, mas antes de realizar essa solicitação é preciso avaliar as opções e comparar as taxas de juros, que variam de instituição para instituição.

Para verificar onde é mais vantajoso pedir seu empréstimo, é aconselhado pesquisar o CET (Custo Efetivo Total), que é o valor que você pagará no final da dívida – esta informação fica disponível quando você realizar a simulação do crédito e no contrato disponibilizado pela instituição financeira, mostrando o valor final que será pago. Às vezes o empréstimo dobra de preço dependendo das taxas de juros, que costumam ser mais altas em financeiras, por exemplo.

Por que as taxas de juros de financeiras são maiores do que em bancos?

As financeiras emprestam dinheiro para quase todo mundo, e isso significa que até quem está com o nome sujo pode pedir o crédito e conseguir, dependendo do caso. E como a probabilidade é alta do contratante que já está devendo não pagar a parcela do empréstimo, os juros das financeiras sobem, ficando muito mais altos do que nos bancos. Isso acontece para que elas não fiquem no prejuízo, já que correm o risco de não receber de volta todo o valor que emprestaram.

Os bancos, por sua vez, são mais cuidadosos e costumam só disponibilizar empréstimo pessoal para quem paga suas contas em dia. Na hora de realizar a análise de crédito, eles avaliam se o contratante tem bom histórico na instituição financeira, como movimentação bancária frequente e CPF regular, ou seja, se não tem dívidas.

Taxas de juros para empréstimo pessoal nos principais bancos e financeiras

Posição Banco Juros % ao mês
1 Banco Safra 1
2 Banco de Brasília 2,78
3 Banco do Nordeste do Brasil 3,2
4 Caixa Econômica Federal 3,3
5 Banco Santander 3,36
6 Banco do Brasil 3,41
7 Nu Financeira 3,65
8 Itaú Unibanco 3,69
9 Banco Bradesco 4,75
10 BV Financeira 5,55
11 Sorocred 5,92
12 Portocred 11,63
13 Banco BMG 20,35
14 Crefisa 21,55

Dados atualizados de acordo com tabela do Banco Central em 13/04/2020.

É sempre bom lembrar que para solicitar um empréstimo em um banco, na maioria das vezes, é necessário ser correntista. Também serão solicitados alguns documentos, como comprovante de renda, de residência (água, luz, gás, telefone), CPF e RG. Além disso, os bancos costumam ter prazos mais longos para você pagar sua dívida. Alguns podem chegar a até 72 meses.

As financeiras solicitam os mesmos documentos, mas pode haver variação dependendo da instituição que você escolher. É preciso ter uma conta corrente ou poupança em algum banco para receber o dinheiro, que tem de 24 até 72 horas para ser disponibilizado para você após a aprovação. As financeiras costumam oferecer prazos menores para o pagamento de empréstimo pessoal, variando de 12 até 24 meses.

Contrate o empréstimo pessoal online

Algumas empresas oferecem a contratação de empréstimo pessoal totalmente online, e a KeroGrana é uma delas, com taxas que começam em 2,97% ao mês. Como todo o processo de contratação é online, é preciso enviar alguns documentos por foto ou escaneados, sem partes cortadas ou ilegíveis. São eles:

  • RG ou CNH;
  • Comprovante de renda;
  • Comprovante de residência (conta de água, luz, gás, telefone ou fatura do cartão de crédito em seu nome).

Além disso, também é necessário tirar uma selfie na hora da solicitação para comprovar sua identidade e assinar um contrato digital na hora de fechar negócio.

Veja também!