• Home page
  • >
  • Blog
  • >
  • Empréstimo consignado para militares: entenda como funciona

Empréstimo consignado para militares: entenda como funciona

Publicado:

O empréstimo consignado é uma modalidade de crédito que pode ser vantajosa para algumas pessoas, como militares das Forças Armadas. Eles podem solicitar este tipo de empréstimo que tem suas parcelas descontadas diretamente do salário ou benefício antes do dinheiro cair na conta.

Portanto, se você faz parte da Marinha, Aeronáutica ou Exército, você pode solicitar o empréstimo consignado ao banco ou financeira, desde que a instituição tenha convênio assinado com as Forças Armadas.

Como funciona o empréstimo consignado para militares das Forças Armadas

O crédito consignado para militares das Forças Armadas funciona da seguinte forma: primeiro, é preciso pesquisar as taxas de juros na instituição financeira que tem convênio com a Marinha, Exército ou Aeronáutica.

Depois de decidir onde você solicitará seu empréstimo consignado, é só entregar a documentação necessária para a instituição financeira. Lembre-se de que o valor das parcelas não pode ultrapassar 35% da sua renda mensal, e 5% só podem ser utilizados no cartão de crédito consignado.

O convênio com instituições financeiras garante que meu empréstimo consignado será aprovado?

Não. É feita uma análise de crédito por parte do banco ou financeira antes de liberarem o dinheiro para você, mesmo na modalidade de empréstimo consignado, que tem menos chances de inadimplência já que o dinheiro é descontado antes de cair na sua conta. Mas se você estiver negativado ou com alguma outra pendência no CPF, é possível que a instituição financeira não libere crédito para você.

O que acontece se eu sair das Forças Armadas e não tiver terminado de pagar pelo empréstimo?

Sair do Exército, Marinha ou Aeronáutica antes de pagar pela dívida do empréstimo não quer dizer que as parcelas sumirão, mas que sua rescisão pode ser usada pelo empregador para pagar o restante.

Se este valor não for suficiente para pagar o resto da dívida, você pode verificar se seu novo empregador tem convênio com a mesma instituição financeira para continuar tendo a parcela descontada da sua folha de pagamento. Se essa não for uma opção, as taxas de juros podem mudar e você terá que pagar pelas parcelas como se fossem de um empréstimo pessoal.

Também existe a portabilidade de empréstimo consignado, em que outra instituição financeira “compra” sua dívida, pagando as parcelas restantes para o banco ou financeira atual, e estabelece um novo valor e prazo para você pagar. Isto pode ajudar a liberar margem consignável, se você quiser contratar outro empréstimo e não tenha margem disponível, ou pode ser uma opção se você parar de servir às Forças Armadas.

Veja também!